quarta-feira, 27 de abril de 2016

O que leva o SER HUMANO a sonhar?

"Um país se faz com homens e livros!" Monteiro Lobato

Hoje, acordei um tanto inquieto diante de algumas tentativas que parecem em vão.
Isso mesmo... Parece! Mas, sei que não é em vão!
Difícil você tentar a vida vivendo de publicações literárias, sobretudo, num país onde o índice de leitores é quase zero. Um país que se diz investir na Educação, mas não incentiva diretamente nossos escritores do anonimato. Um país, onde temos uma classe de professores, mas poucos são os que levam seus alunos a uma biblioteca  e lhes apresentam o universo da imaginação, do criar, do aventurar-se, do conhecer o que é mágico no reino das letras que na junção das silabas vão se formando palavras, frase e no final textos, que cá pra nós, textos de qualidades.
Eu poderia muito bem dizer que de fato não recebemos bons livros nas nossas escolas, mas eu estaria mentindo, porque o pouco que tenho visto e visitado algumas escolas, eu vejo que há bons livros nas pequenas bibliotecas, mas poucos são os que querem se dá a oportunidade de transformar o nosso país, de fato, num país de leitores, de transformadores do universo.
Costumo dizer que "só haverá transformação social, quando houver mudanças de mentalidades, de atitudes!"Grifo meu... E mudança de mentalidades só se dá com trabalho, só se dá quando se lança a mão no arado e aceita este grande desafio de tornar cada criança num leitor de mundo, num SER PENSANTE, CONSCIENTE! Aí surge um questionamento: "Quem está disposto?"
Me recordo que, quando em 1990 eu tive acesso a escola, ainda que tardia, mas eu me maravilhava com tudo que chegava em minhas mãos. O contato com o mundo das letras, o mundo do saber, um mundo que a cada momento me trazia mais pra si e prendia a minha atenção. E eu não conseguia chegar em casa e ir fazer outra coisa, senão a minha atividade que meus bons mestres passavam. E quanto mais eu coloria, quanto mais eu cobria os pontilhados, mas eu queria fazer isso. Eu sabia que aquilo ia me levar a um determinado porto seguro. 
Me recordo ainda que quando eu abria um livro, eu ficava me vendo naquele universo e foi aí que no meu coração brotou o desejo de um dia lançar o meu livro. E eu não perdi o foco. Passei por mil coisas. Perdi meus pais cedo (morte natural). Foram inúmeras dificuldades, mas aquela chama permanecia viva em mim. Anos se passaram, e a cada momento que eu me deparava com bons livros, mais eu tinha certeza dos passos que eu queria seguir. 
Resumindo a história:
20 anos depois, Deus me deu a graça de ver meu primeiro livro sair do mundo imaterial e tornar-se real. Foram anos e anos de luta, de dedicação, escrevendo, repensando a vida e seus valores e mesmo sabendo que somos um país riquíssimo, porém pobre culturalmente, em 2015 dei a luz a "Doce aroma de Poesia", a quem apelido também de "Meus devaneios e Minhas Loucuras de todos os dias. De lá pra cá, a luta tem sido grande na divulgação, no corpo a corpo oferecendo com a cara e a coragem num país que de fato não investe no pequeno escritor. Num país onde a educação tornou-se utopia. 
Hoje, continuo batendo em todas as portas e não serei como Alice no País das Maravilhas que disse ao seu Gatinho que "posso não saber qual caminho seguir, mas já estou dando os primeiros passos!" Eu estou dando os meus primeiros passos e sei qual caminho seguir!
Agora eu pergunto a você:
O que te faz sonhar?
Já desistiu dos teus sonhos?
Não espere apoio do outro, primeiro quem deve acreditar em si, é você mesmo!
Poucos serão aqueles que acreditarão no teu potencial.
A vida vai te oferecer mil caminhos, cabe a você decidir qual seguir. Eu já fiz a minha escolha e ainda que em passos lentos, estou seguindo e o mesmo Deus que um dia pôs este sonho e este desejo no meu coração, é o mesmo que vai me levar a lugares talvez nunca imaginados porque ele é fiel pra cumprir. 
Boa leitora e não se entregue porque se entregar é um erro... Uma tremenda bobagem!









Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Lançamento do meu I Livro "Doce aroma de Poesia!"

Convite Especial...  Lançamento do Meu I Livro de Poemas e Poesias... "Doce a...