sábado, 9 de junho de 2012

E quando bate saudades?

E de vez em quando bate aquela saudade...!

Saudades do tudo
Do nada!
Da velha infância
Das brincadeiras,
Dos tempos em que ouvia:
Isso foi feito na inocência por isso não vai apanhar!
Saudades das mangas roubadas na casa do vizinho
Das brigas na rua,
Das brincadeiras de gude
De patinete
De perna de pau
De caré
De se esconder...
Até de quando dizia que brincava de bola... kkkkkkkkkkkkkkkk... Que trajédia vuh?
E os baleados?... Tem como esquecer?
Dos banhos de rios as escondidas e de torcer o velho calção feito de retalhos para ver se enxugava enquanto chegava em casa!......................
Saudades dos incontáveis banho de chuva,
E encharcados de lama tomávamos banho nas biqueiras das casas...
Saudades dos meus cachorros que um dia criei... kkkkkkkkkkkkkk!
Como era bom dá banho neles,
Brincar com eles
Correr com eles
Rolar no chão com eles...
Saudades!
Saudades quando olhava em volta e via a casa repleta de meninos
Ora brincando, ora brigando e porque não apanhando quando as coisas fugia do velho controle dos coroas?..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Saudades das velhas amizades
Dos tempos em que as resenhas comandavam as rodas de conversas e não as drogas
Não a violência!
Meu Deus como tudo passa rápido!
Eu cresci e restou-me apenas as lembranças
Da doce infância que o tempo não trás mais!

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Navegando pelos blogs encontrei o seu, me deixou maravilhado pelo que escreve, também é uma bênção para mim. Gostei de poder encontrar seu blog e poder ver e ler o que está a escrever, e pela escrita, pode-se notar seu amor para com o próximo, e para com O Senhor Jesus. Que Jesus continue a derramar Sua bênçãos sobre sua vida. Obrigado e as maiores bênçãos de Deus para si e família. António Batalha.

Postagem em destaque

Lançamento do meu I Livro "Doce aroma de Poesia!"

Convite Especial...  Lançamento do Meu I Livro de Poemas e Poesias... "Doce a...