quarta-feira, 28 de março de 2012

Um sonho e nada mais!


Faz anos que não havia sentido tua presença em sonho
Mas em minha vida é impossível não pensar em ti
Nas pequenas atitudes ou até mesmo nas maiores...
Numa decisão difícil quando me pergunto:
“Se estivesse aqui em meu lugar o que faria?”
Se fosse um conselho:
“O que me dirias?”
Quanto tempo faz que não está mais entre nós...
Mas ainda assim, é impossível não te ver nas pequenas ações.
O quanto tua ausência nos faz perceber
Que precisávamos muito mais de ti do que imaginávamos.

Penso tanto em ti sempre
Porque existe um vazio dentro de mim,
Um espaço que tão somente pertence a ti...
Sei que Deus habita em mim,
Mas, ainda assim,
É tão estranho olhar em volta e não mais te encontrar...
Está triste e não poder ouvir teus sábios conselhos
Ou quem sabe
Está errado e não tomar as velhas broncas pra não dizer porradas... Hehehe!
Sim...
Hoje, depois de muitos anos
Sonhei contigo e agradeço a Deus porque nunca deixou tua memória
Ser apagada da minha vida...
Lembro-me tin tim por tin tim de tudo que sempre nos dizia em todos os momentos,
Independentes de ser alegres ou tristes,
Mas as lições que um dia nos ensinou
E muito menos as doces lembranças do pouco tempo que vivemos juntos.
Encerro aqui com o coração triste e com uma citação do meu poeta favorito
Carlos Drummond de Andrade quando escreveu o célebre poema:
Para sempre
Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.

Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.
Sim... Queridos:
Mesmo diante do belo poema citado acima
Sei que todo o ciclo se encerra aqui
E continua na eternidade
E é nessa eternidade que quero te encontrar...
Ah...! Isso eu quero com toda certeza
Porque eu sei em quem tenho crido
E estou bem certo que és poderoso
Pra guardar o meu tesouro até o dia final!

Um comentário:

Elisangela Esperdiao disse...

lindo isso amigo! valorização de ter uma mãe e quando perde fika faltando aquele carinho que só mãe tem! bjss

Postagem em destaque

Lançamento do meu I Livro "Doce aroma de Poesia!"

Convite Especial...  Lançamento do Meu I Livro de Poemas e Poesias... "Doce a...