quinta-feira, 17 de junho de 2010

Aos teus pés



Nos Santo dos santos

É onde quero está

E meu coração se regozija

Porque tua presença habita em mim

E é aí que me recordo os teus sacrifícios naquela cruz!

Imagino teu sofrimento,

Sinto tua dor... Um pouco,

Porque meus pecados não me deixam imaginar

O que sofrestes por minha causa!

Queria está ao teu lado naquele momento,

Queria enxugar tuas lágrimas,

Queria te abraçar

Te sentir como hoje te sinto,

Te tocar como tu me tocas

Porque tua graça me basta e tua presença é meu prazer!

Não quero outra glória se não a tua...

Não há paz se não estiver contigo,

Não há alegria longe de ti,

Não há prazer se não estiver humilhado aos teus pés.

Não há prazer maior do que chorar em tua presença,

Ri em tua presença,

Não há prazer maior do que amar em tua presença

Sofrer na tua presença!

Não há prazer maior

Do que triunfar na tua presença!

Quero gritar, gritar

Gritar como um louco no deserto

O quanto te amo

O quanto tu me completas

E me faz feliz!

Quero gritar com todo o meu ser

Exulta e rejubila ó Filho de Sião

E assim me prostro aos teus pés

Pois tu graça me basta e tua presença é o meu prazer!


Nos Santo dos santos

É onde quero está

E meu coração se regozija

Porque tua presença habita em mim

E é aí que me recordo os teus sacrifícios naquela cruz!

Imagino teu sofrimento,

Sinto tua dor... Um pouco,

Porque meus pecados não me deixam imaginar

O que sofrestes por minha causa!

Queria está ao teu lado naquele momento,

Queria enxugar tuas lágrimas,

Queria te abraçar

Te sentir como hoje te sinto,

Te tocar como tu me tocas

Porque tua graça me basta e tua presença é meu prazer!

Não quero outra glória se não a tua...

Não há paz se não estiver contigo,

Não há alegria longe de ti,

Não há prazer se não estiver humilhado aos teus pés.

Não há prazer maior do que chorar em tua presença,

Ri em tua presença,

Não há prazer maior do que amar em tua presença

Sofrer na tua presença!

Não há prazer maior

Do que triunfar na tua presença!

Quero gritar, gritar

Gritar como um louco no deserto

O quanto te amo

O quanto tu me completas

E me faz feliz!

Quero gritar com todo o meu ser

Exulta e rejubila ó Filho de Sião

E assim me prostro aos teus pés

Pois tu graça me basta e tua presença é o meu prazer!



2 comentários:

J.F.AGUIAR disse...

Seus sentimentos seu amor por quem
nos amou, ele nos amou... muito
Joselito meu irmão diga a todos
como você ama a Jesus, o Nosso Senhor e Salvador.

Clécia Ferreira disse...

Pôxa... parabéns pelo novo visual do blog... amei... muito show! Fica com Deus!

Postagem em destaque

Lançamento do meu I Livro "Doce aroma de Poesia!"

Convite Especial...  Lançamento do Meu I Livro de Poemas e Poesias... "Doce a...