domingo, 7 de março de 2010

O dia em que eu chorei...

O dia em que eu chorei...
Não foi o dia que apanhei dos meus pais,

Não foi o dia em que não ganhei o adorado brinquedo!

O dia em que eu chorei...
Não foi quando não fiz a viagem dos meus sonhos,
Não foi quando fui proibido de ir ao aniversário do meu melhor amigo!

O dia em que eu chorei...
Eu chorei com a alma
Chorei com o coração sangrando
Chorei lágrimas que queimaram meu rosto,
Lágrimas que rachou meu peito
Deixando um vazio profundo,
Um vazio inexplicável!

O dia em que eu chorei...
Doeu,
Doeu como se um vulcão em chamas tivesse atingido minha pele
E me consumido,
Doeu porque até hoje sinto tua falta,
Sinto saudades da tua proteção
Do teu carinho
Do teu eterno amor!

O dia em que eu chorei...
Foi mais intenso do que eu supunha
E como consequência transformou minha vida completamente
Porque tive que me adaptar a um novo modo de vida...
Uma vida incompleta porque vocês partiram
Deixando apenas lições que permanecerão pra sempre
E por isso chorei
Choro...
Quando lembro que resta apenas lembranças cravadas em meu peito
E gravadas em minha memória!

Joselito Nascimento Otílio/Camamu_BA/Em: 16 de maio de 2007/Às 22h e 5min
Homenagem ao meu pai José Otílio Filho que faleceu em 18 de agosto de 1990 e minha mãe Dinalva Maria do Nascimento que faleceu em 15 de maio de 2000!

3 comentários:

J.F.AGUIAR disse...

Joselito meu irmão é um imensa dor
não dá para esquecer nossos pais...
lembranças... muitas, chore,lembre
escreva, você saberá com ajuda de Deus superar estes momentos. O Senhor nos consola. Poeta continue
A Paz de Cristo.

MARIO disse...

Ola amigo, susa poemas retratam a sua vida que mutas das vezes mexe com a da gente. Nossos pais sempre nos protegindo quando somos criançasm sempre nos proibindo de fazer ou não fazer.
Parabens pelo belo poema.
abraços...

viviane disse...

meu amigo, como pôde ser tão feliz nesse poema? Digo feliz porque vc soube dizer com muita sabedoria tudo que senti qd perdi meu irmão Sergio. Até hj n consegui falar a ninguém a dor que senti no meu coração na quele triste dia e hj vc retrata muito bem sobre essa dor. Um grande abraço querido, você é FANTÁSTICO! um grande abraço da amiga...
Viviane Oliveira.

Postagem em destaque

Lançamento do meu I Livro "Doce aroma de Poesia!"

Convite Especial...  Lançamento do Meu I Livro de Poemas e Poesias... "Doce a...