domingo, 7 de fevereiro de 2010



















Certeza

Certa vez,
Estava eu embevecido sem sono...
Inquieto,
Ao anoitecer senti tristeza, calafrios... Horrores,
Me senti só!
A meia noite chegou um amigo...
Oramos, conversamos e fomos dormi!
Amanheceu!
Levantei-me triste e agoniado,
Minha alma estava derrotada,
Eu sentia uma saudade infinita!
Foi aí que contemplei o céu
E vi um lindo cenário...
Ali sobrevoava um pássaro solitário
Entre as nuvens fazendo manobras hilariantes.
Mas aquele pássaro estava só...
Então indaguei:
_ Porque ele está só?
_ cadê seus amigos?
Retornando dos meus questionamentos,
Me vi sozinho vagando pelo mundo
Como aquele pássaro voando solitário...
Mas eu não podia e nem devia aceitar aquela tristeza
Aquela terrível solidão!
Mas uma vez levantei meus olhos e fui além daquela beleza infinita...
Desliguei-me da terra e m adentrei num lugar nunca visto antes...
Um lindo jardim com flores
Que perfumava todo ambiente,
Animais brincavam juntos, eram animais de todas as espécies,
Eles estavam juntos e eram felizes!
Ali... Jazia águas cristalinas que jorrava do Trono de Deus!
Ali não existia ódio, ira... Rancor!
Não exista choro e nem lágrimas e muito menos tristeza!
Olhei a minha direita e vi um lindo coral dalém do rio
Todos estavam com vestes brancas e cada olhar deixa transparecer
Uma felicidade infinita!
Tentei me aproximar e pude ouvir uma brisa suave...
Acompanhado de uma linda canção.
Então fechei meus olhos e me entreguei completamente
Ouvindo cada voz numa harmonia perfeita!

“se paz a mais doce
Me deres gozar,
Se dor a mais forte sofres,
Oh! Seja o que for tu me fazes saber
Que feliz com Jesus
Sempre sou!

Sou feliz...
Sou feliz...
Sou feliz com Jesus
Meu Senhor!

Embora me assalte
O cruel Satanás,
E ataque com vis tentações,
Oh! Certo eu estou,
Apesar de aflições,
Que feliz eu serei
Com Jesus!

Meu triste pecado,
Por meu Salvador,
Foi pago de um modo cabal;
Valeu-me ó Senhor,
Oh! Mercê sem igual!
Sou feliz!
Graças dou a Jesus!

A vinda eu anseio
Do meu Salvador;
Em breve virá me levar
Ao céu, onde vou
Para sempre morar
Com remidos na luz do Senhor!” Cantor Cristão 398

Percebi então que
O hino cantado era uma mensagem de paz, consolação,
Fé e esperança...
E a certeza de que eu venceria porque não estava só!
Neste momento as lágrimas brotaram da minha face...
Eu estava atônito e surpreso com o que via,
Sentir uma tremenda paz e alegria
Inundar o meu ser...
Uma paz infinita, algo que jamais eu tinha sentido antes,
E foi aí que eu tive
A grande certeza de que um dia...
Aquela terra, aquele paraíso que pela fé eu vi
Seria meu lar porque nem olhos viram e nem ouvidos ouviram
O que Deu preparou para mim,
Para você e para todos aqueles que nele confiam!

Joselito Nascimento Otílio
Pau Brasil_BA Em 09.06.02 Às 14h e 15 min.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Lançamento do meu I Livro "Doce aroma de Poesia!"

Convite Especial...  Lançamento do Meu I Livro de Poemas e Poesias... "Doce a...